quarta-feira, 18 de abril de 2012 | By: Mel Santos

Teus olhos


Teus olhos - são negras pérolas raras
que um dia hei de avistar
Como um barco avista o farol da barra
Como meus ancestrais avistaram ao chegar!


De brilho intenso nas noites escuras
Como a Vésper a me guiar
Navego em ti em meus pensamentos
e meus desejos se afogam no mar!


Mergulho sem boia - doravante -
em tudo que dizes - e em teu poetar
Me enclausuro pra ter teu amor
Minha Estrela primeira - meu Sol - meu Luar



Mel



1 comentários:

Bia Hain disse...

Oi, Mel, guardo a imagem da primeira troca de olhares com meu grande amor que aconteceu há 18 anos de forma clara, se eu fechar os olhos será como se fosse hoje...olhos são realmente algo que merecem tão belas palavras. Um abraço!

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel