sexta-feira, 4 de maio de 2012 | By: Mel Santos

Sou teu casulo


( Encasula-te em mim )

No instante em que te vás

sinto teu último suspiro - quente
sobre meu colo - abafando o meu
gemido!

Sem importar o que falo - segues
para meu martírio...
Levando contigo minh'alma
- Num dolo cruel - consentido ...
 
Imploro - chamo teu nome,
ofereço-te o meu casulo,
e tudo que me permites
é o silencioso escuro...

Ah,adornaria-te com minha
seda macia, te vestiria em
cetim - te cobriria com fios d'ouro...
- Te vestiria de mim!


Mel







0 comentários:

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel