terça-feira, 19 de junho de 2012 | By: Mel Santos

Poesia


A poesia bateu à porta do quarto 
e deixe-a entrar...
Dei-lhe um beijo e as boas vindas!
- Serás o meu rio - serei o seu mar...

Ria-se da minha dor,desague,
penetre em mim...mas venha!
- Venha me amar! Faça do meu corpo
sua morada,conduza meus
dedos,me dê o prazer solitário...

Seja minha amada!
Conheço bem esses gestos...
Mate-me de dor e prazer...
Seja eu - pra que eu seja você,


Me possua,goze dentro de mim...
Até eu morrer em você,
até você morrer em mim!


Mel













1 comentários:

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel