sábado, 14 de julho de 2012 | By: Mel Santos

Dentro de mim


A inefável marca de tuas mãos sobre
minha cintura,tua boca tocando minha
orelha,com desejo e com doçura,num
voo imaginário,no qual massageaste
meu coração e meu sexo com tesura...

Desejos plenamente
correspondidos sim!
Sem questionários e sem frescura!

Dentro de mim...

Os gozos em sonhos por ti,
que mesmo sendo supostos e sonhos,
Jamais perderam a intensidade...Ahhh!
Foram sonhos gozados de verdade!

Dentro de mim...

O vício mais gostoso que escolhi ter
Comer,cheirar,lamber! Beber em tua boca
e me perder...E retirar de ti o meu prazer!

Dentro de mim...

Um gosto nos lábios molhados que
tantas vezes te ofertei,e nunca te fizeste
de rogado...Me roubaste de vez para ti,
ficando em meu peito tatuado!

Dentro de mim...
- Somente Tu meu amado!


Mel




Licença Creative Commons




 




4 comentários:

Claudemir Resende disse...

Lindo Mel, adorei a engenhosidade do "dentro de mim". "voo imaginário,no qual massageaste
meu coração e meu sexo com tesura..." viajei mais aqui, rsrsrs. Bjs.

Bia Hain disse...

Oi, mel, inspiração cheia de sensualidade. Falar disso também faz bem. Um abraço!

Mel Santos disse...

Bom dia!

Claudemir,"a poesia"permite essa viagem,cada um interpreta o que lê conforme a sua imaginação,boa viagem e muito obrigada por seu comentário,um abraço!

Mel Santos disse...

Bom dia Bia!

Sim a sensualidade faz bem a ao corpo e a alma, se somos espíritos na matéria,não há como fugir...
E a poesia é emoção...um beijo amiga,obrigada por sua doce presença!

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel