sábado, 28 de julho de 2012 | By: Mel Santos

Eu


Ora sou noite,
ora válvula,
sal na palavra...
água em peneira;

Às estrelas,
sou silêncio;
Ao Sol - parelha,
na imensidão
centelha
pena ao vento!

O que é ato,
o que é fato
e está oculto
isento!

A chispa d'uma
abelha ao relento: Mel



Licença Creative Commons





0 comentários:

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel