quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012 | By: Mel

Como se fosse possível...



Não quero nada que me lembre você!...
Caminharei sem olhar pra trás...
Esquecerei os endereços,
E as Vielas de M..(...)

Não voltarei aos mesmos jardins,
nem flores eu quero ver,não mais!
Não quero nenhum perfume,
nada que me lembre você...

Não quero o calor do Sol,
Quero esquecer as Estrelas,
E principalmente d'aurora
Pela dor de não mais vê-las,
Quero perder-me
nas horas...

Não quero ver
as ondas do mar...
Não quero nada
que me lembre amar!
Preciso esquecer de você
pra eu poder me achar...

Não quero a Luz do luar...
Quero esquecer de respirar
pra não lembrar de você,
pra esquecer de te amar!

--
Mel



 





1 comentários:

Bia Hain disse...

Oi, Mel, lindo poema...Mas penso ser difícil colocar em prática tal meta se estamos falando de amor. Um abraço!

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel