sexta-feira, 20 de abril de 2012 | By: Mel Santos

És tu



És amor em pura sintonia
És diáfano - e o segredo de Netuno
És o mais doce amor em mim
É por isso que te digo: - Eu te amo!

Em minha insônia te procuro...em
meus desejos é teu nome que eu chamo!
Só curo essa saudade quando bebo
dos teus beijos - noite-a-noite - ano-a-ano!

Serei tua amarílis eternamente - prometo
Te amarei enquanto houver Sol,
jamais sairás do meu peito - e de minha
mente...meu Príncipe do arrebol - sangue caliente!


Tua essência derramada exala aqui
como frasco de perfume ao se quebrar
invadindo à atmosfera e a mim,e por
toda minha existência hei de te amar!


Mel






eu nunca te esqueci...



1 comentários:

Bia Hain disse...

Oi, Mel, ter à volta a essência de quem amamos é o próprio elixir para a vida. Lindo poema, um abraço e tenha um bom domingo!

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel