terça-feira, 30 de outubro de 2012 | By: Mel Santos

Água e Vinho




Somos água e vinho,

...teores tão diferenciados,
um de sabor simples...
o outro,deveras sofisticado!

Podemos nos misturar,
no entanto,inda não sei quem
de nós predominará...

Talvez, minha insipidez
com um cadinho de teu sabor,
se faça uma mistura boa,doce
                                   [de amor]

Se quero teu gosto? Sim,sim...
sobretudo, sem perder minha
essência!Bem sei,da beleza
do treino...até nos tornarmos
uma "quintessência"...

Se desejo sentir esse teu aroma frutado?
Sim! Embora tu sejas tão sofisticado...
afeito à pagar pela perfeição...

Te digo:sou de graça e simples...
e muitas vezes o de graça,
tem o preço - de um coração... 



Mel






Abandona o travesseiro e o cobertor
Que um novo amor
Pode estar pra chegar
Desfaz a prisão
Não há mais razão
Não há mais porque
Querer se esconder da vida

Eu sei que pra viver um grande amor
Vinho guardado é bem melhor
Tem mais sabor...




Licença Creative Commons














2 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Li alguns poemas e fiquei a gostar da tua poesia.
Parabéns pelo talento que as tuas palavras revelam.
Beijinho.

Cecilia sfalsin disse...

A água e o vinho oras se misturam , oras se transformam...entre sentimentos e sabores há de se ter o amor inebriante...

Beijos....lindo seu poetisar

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel