sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 | By: Mel Santos

Teia



De repente o caos,
uma tempestade se arma

debato-me,
e me sei,
sou tão nada;

contudo, descubro:tenho asas!

[percepção]


Mel




Licença Creative Commons







3 comentários:

Will disse...

Que vôo fabuloso e encantador.

Pude sentir o ar se deslocar no teu bater de asas, sopraram minha admiração.

Um abraço e ótimo final de semana para você, doce Mel!

Bia Hain disse...

Mel, se sente-se nada mas tem asas, então está salva. As minhas andam meio fraquinhas, mas estão se recompondo para voar bem alto e longe. Um abraço!

Will disse...

Mel,

passando para desejar um natal maravilhoso para você, com direito a cometa raro riscando o céu dos teus desejos.

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel