quinta-feira, 4 de abril de 2013 | By: Mel Santos

Vida



Nem pense em me dar rasteira,
se me chamar para briga,
vou com unhas e dentes...
O amanhã, sei bem,não existe,
mas o hoje,o hoje me pertence!



Mel



 Licença Creative Commons



Aprendi o segredo, o segredo
O segredo da vida
Vendo as pedras que
Choram sozinhas no mesmo lugar




1 comentários:

Henrique Caldeira dos Santos disse...

Sinto o poema como assertivo e alegre. Uma mensagem positiva.
beijinho

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel