sexta-feira, 25 de abril de 2014 | By: Mel Santos

Lhe peço

não pinte os seus cabelos, 
         juro, não pintarei a minha boca,
quero encontrá-los em paz,
         para cessar a minha busca!


Mel




Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.

8 comentários:

Domenico Adonini disse...

Eu amo seus poemas... que a paixão!!!

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Mel.. eu como tenho cabelos compridos até os ombros e é a coisa que mais amo do meu corpo nao pintaria jamais srs
só uma vez dei banho de brilho mas foi o fim..
acho que quanto mais naturais formos melhor.. eu só não abro mão da mulher estar com unhas francesinhas nas mãos e pés.. isso eu acho divino..
sobre a resposta no comentário anterior..
falo a verdade.. tens um jeito gostoso de escrever, cada um de nós pende para alguma forma.. eu sou doente por rimas e métricas.. quando aprendi nunca mais parei. me critiquei demais no começo,, mas não é bom ainda mais sendo eu um virginiano.. a critica rouba muito energia e na maioria são criticas pesadas a nós mesmos.. beijos e até sempre

Mel Santos disse...

Obrigada Domenico, apenas escrevo o que sinto, beijos!

Mel Santos disse...

Boa tarde querido Samuel!
Penso que, principalmente os homens não necessitam de artifícios, para mim a beleza masculina encontra-se em sua inteligência, já as mulheres precisam sim, claro que, comedidamente... do contrário tornam-se artificiais... vazias!
Minha forma de escrever é meu cantar... eu até tento fazer sem rimas, mas quando percebo: rs, pá, rimei!... Mas gosto muito de versos brancos - livres, apenas ainda não os sei... vou aprender...

Beijo e até sempre!

Nilson Barcelli disse...

Há muito tempo que não te visitava, mas vejo que continuas a fazer excelente poesia.
Querida amiga Mel, bom resto de feriado e bom fim de semana.
Beijo.

Mel Santos disse...

Boa noite Nilson, obrigada pela gentileza!
Olha, faz tempo que não lhe visito também, quem perde sou eu...
Vou consertar isso, um beijo grande poeta!

Boa semana pra ti!

Nilson Barcelli disse...

Obrigado pelo teu "conserto", mas o que eu gostava mesmo era que publicasses...
Tem uma boa semana, querida Mel.
Beijo.

Mel Santos disse...

Boa tarde Nilson!
Então meu conserto virou um remendo...rs... Antes, fosse o som da poesia...
Está certo poeta, obrigada! Boa semana pra ti também!

Um grande beijo!

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel