segunda-feira, 19 de março de 2012 | By: Mel

Vem...meu amor!



 Vem pros meus braços menino
 te espero com água na boca 
 Desejo-te mais do que tudo 
 De tesão já estou louca.. 

Joguei pétalas na cama 
pus o frisante no gelo 
os morangos no chocolate
e um Lírio branco no cabelo!

Espero te agradar, na cor
 
do meu lingerie,é negro como a noite... 
Ahhhh,e o perfume?...
Você não vai resistir!...

Vou te envolver em mistérios
 
segredos e mil façanhas... 
Vamos correr nus pela casa 
vamos perder a vergonha...

Vem...a porta está entre aberta
 
Não demore ,venha correndo, 
planejo mil brincadeiras, 
vou começar me escondendo!

Falando em mistério e segredos...
 
Fiz um caminho de velas... 
Aquele... que tu fazias pra mim... 
...é pra chegar à banheira...
 
Estarei lá...dentro dela... 
Te esperando como um brinquedo, 
inocente feito donzela...
Vou te matar de prazer,
...visualizei uma tela...

Mel




 





2 comentários:

Bia Hain disse...

Oi, Mel, gostei do poema, transpirando sensualidade. Muito bem escrito, um abraço!

A.S. disse...

Ah!... Mel! Que delicia!

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel