segunda-feira, 23 de abril de 2012 | By: Mel Santos

Borboleta


Uma menina...
que vive de amor,que respira sonhos
e se recusa crescer...

Uma menina...
Que pensa que é flor,
e ao invés de lata,dá um chute na dor!
E corre pra você...

Uma menina...
A brincar pela vida,a fazer poesia,
e jamais dar adeus...

Uma menina...
Que gosta de chuva,que tem
lábios de Mel e beijos de uva...

E ama tocar com palavras,
o doce lábios nos seus...

Uma menina...
É o que sou,é meu jeito de ser...
E a minha sina...
É voltar pra você...quase todo dia!

Uma menina...
Que virou poesia,que virou borboleta,
pra amar eternamente se fechou
num casulo e voou com a mente!


Mel





3 comentários:

Bia Hain disse...

Acho que eu quero ser a borboleta do seu poema, ficar num casulo e só viver para amar. Um abraço, adorei!

**Escritora de Artes** disse...

Lindo!

Saudaçoes

Sérgio Santos disse...

Lindo poema, Mel. Beijos.

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel