domingo, 10 de junho de 2012 | By: Mel Santos

Eu e Tu

 
Transforma-se todo horizonte...
Predomina o branco,a névoa...
Lentamente ela possui o ar,as folhas,
esconde em seu ventre o Sol...
E já não resta mais convidados
pra cerimônia...engole um-a-um!

Veste-se a mata de noiva...
e possuída pela neblina sorri feliz,
Nesse instante são apenas um - sempar

 ...o silêncio predomina...
Sufocam-se no ar numa manhã de outono
Fazem amor...se entregam em total abandono...
Sem importarem-se se são vistos ou não...

(A mata e a cerração)

Assim queria eu de ti me vestir,
...ser completamente possuída...
Sem começo - sem fim - Eu e Tu !


Mel



0 comentários:

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel