sábado, 9 de junho de 2012 | By: Mel Santos

Saudade


É intenso e doloroso...
Como ter o noivo na guerra,
...e quem sabe?

Nenhuma esperança de tê-lo de volta...
Então,fecho meus olhos e imagino-te aqui...
respiro o mesmo ar...

E creio que tempo-espaço...
Não deve existir... 
...ai,o que é um oceano diante do amor?...



Mel







1 comentários:

Bia Hain disse...

Oi, Mel, o oceano não é nada diante do amor. Interessante a colocação, de ter um amor como se tivesse ido para a guerra...sentimento contraditório de saudade e medo, como se ele pudesse não voltar mais. Sentimento doído esse, não? UM abraço!

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel