sábado, 21 de julho de 2012 | By: Mel Santos

Somos poesia



Contigo perco o prumo e a noção 
da hora,esqueço o caminho de volta...
Não existe tempo e nem espaço,
somente Eu e Tu ,o aqui e o agora!

Contigo provo o gosto da poesia
e ela surge maldita e santificada
quase uma heresia...de ti e de mim!
Puramente contaminada...

Misturamo-nos a melodia,a tua pele,
ao meu batom...encerro o olhar e me
deixo levar pelo ritmo,somos som e pulsar!

Cavalgo perfeitamente em cada nota,
somos instrumentos da poesia,sou tua
guitarra e teu coração é minha bateria!



Mel


 

Licença Creative Commons


Ouça e voe...






2 comentários:

Claudemir Resende disse...

Uooool, meu Deus, que poesia rodopiante! Me senti girando até cair no chão! Beijos, Linda!!!!!!!!!!!

Claudemir Resende disse...

Me fez voar...

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel