quinta-feira, 19 de julho de 2012 | By: Mel Santos

Sonhos de Mel





Quem pode entender a sincronicidade dos momentos?
Une amantes e estrelas, poetas e poetisas
Num frescor de belos, singelos...  e imaginativos sentimentos.
O Mel da sua pena me fez mergulhar
Nas ondas púrpuras do oceano do amor,
Deixando-me muitas vezes sem ar!
Por vezes na tua tristeza desesperei,
-Parecia que estava acontecendo agora-
Como se fosse com uma pessoa que sempre amei.
Sonhos e sentimentos feitos de palavras... poesias...
Cheias de Mel, encantos, beleza
E de doçuras infinitas.
No teu mistério me perco em fantasias,
Parece que declamo os versos de Vênus
Seduzindo-me com os segredos de suas maravilhas!
Nunca te olhei nos olhos, nunca toquei a tua mão,
Só tenho sonhos de Mel
Para poetizar no meu sedento coração!
Deixe-me sonhar um pouco, linda,
Pois me dás inspiração
Para escrever estas e muito mais outras linhas!

 

Para a poetisa
Mel Santos.


by Claudemir Resende

 

 
Licença Creative Commons

0 comentários:

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel