quarta-feira, 26 de setembro de 2012 | By: Mel Santos

Não me leia





Por favor,hoje não me leia...
preciso gritar poesia...
tem dias que sou assim...

tem dias que estou assim,
preciso sofrer os meus dias
minha alma pede socorro,
quebro minhas correntes...
não sei se vivo ou se morro,
só sei que me sinto assim!

Ahhhhhhhhhhh... 

( sou loba - é meu instinto )  

Um osso no meio da garganta
no peito um grande sufoco...
minha alma queima - loucura,
um grito de desespero,uma
lágrima arredia...molha a minha
secura!

e uma saudade
nem sei de quê...
uma grande tortura,
do que não se pode ter!

irrequieta...
Abro portas e janelas...Nada!
Todas fechadas pra mim,
não tem ninguém à espera...

acho que é meu fim!


( Ahhhhh...)

Caço...caço...caminhos vazios
escassos...estou fora de mim,
nem me caibo...

( Ahhhhhh!!! )



Mel




Licença Creative Commons
























0 comentários:

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel