sexta-feira, 16 de novembro de 2012 | By: Mel Santos

Vida



Olha...
se o amor comeu os sonhos,
inda deixou cadinho de vida,

um joelho "cheio d'água,
uma secura nas palavras,
uma peleja ao caminhar,
um desejo enorme de chegada!

Uma dor da solidão,
a qual descamba
noite afora 

e lateja
às madrugadas...


Ah...uma vontade
de morrer,
de querer,
de ser,

amor...

E por sentir-se
um quase nada
tens que existir...
em outra rua,

foges...


Mel




Licença Creative Commons
























1 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

e a vida aí está, para ser vivida com muito amor...

beijo

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel