terça-feira, 4 de dezembro de 2012 | By: Mel Santos

Metafísica do desejo







Quando a felicidade se apresenta devemos abrir-lhe todas as portas porque jamais foi considerada inoportuna.

[Arthur Schopenhauer]

C,

 E agora?

tarde demais...
um panapaná invadiu todo meu ser,
embora sejas inviável, é impossível
esquecer alguém assim:"não gostável"...

E agora?

como ir?se já misturei-me a você,
se minha boca seca de desejo,
se tudo que vejo parece com você,
se sinto o gosto do teu beijo...
e somente nele me inundo,
somente nele encontro prazer...

E agora?



é ficar ou correr...
olha,eu GOSTO muito de você,
um carinho!

N.



Mel


 [onde será que você está agora?...
   ...além de aqui dentro de mim]







Licença Creative Commons










0 comentários:

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel