sábado, 29 de dezembro de 2012 | By: Mel Santos

Sangrando


Entrelaçamos as vozes
em perfeita sintonia
como veludo a tocar-me
sinto tua voz macia...

Os tons que infliges a ela
me soa como castigo
por não ter-te a meu lado
e por querer-te mais que amigo!

Ah,já é tarde demais,
já rompi o pactuado
já sangro como bicho
de punhal no peito cravado.

Agora só resta esperar
o "grand finale" - que tu
esqueças de mim,
e que nossa voz se cale...



Mel



Licença Creative Commons















2 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Gostei muito do teu poema.
Talvez um dos melhores que escreveste este ano.

Mel, minha querida amiga, desejo que tenhas um excelente 2013 e que todos os teus sonhos e desejos se realizem.

Beijo.

Giancarlo disse...

Ti auguro un 2013 che inizi bene, prosegua come desideri e che termini con grandi soddisfazioni.
Ti auguro di camminare su una strada chiamata vita, di inciampare in una pozza chiamata fortuna, di cadere in un abisso chiamato felicità.
Ti auguro un amore sincero accanto a te che sappia comprenderti e guardarti nel cuore con amore
per ciò che sei.

Postar um comentário

Se gostar deixe um comentário

Mel